DOM BOSCO

“Basta que sejais jovens para que eu vos ame muito.”Dom Bosco

          São João Bosco é considerado o pai e mestre da juventude e inspirador da grande congregação Salesiana. De origem humilde e família simples é o criador do Sistema Preventivo, que tem seu tripé na razão, religião e amorevolezza (amor e carinho).

          Nascido em 16 de agosto de 1815, em Piemonte, na Itália, filho de Margarida Occhiena de Capriglio e Francisco Bosco, perdeu o pai muito cedo, com apenas dois anos de idade. Com três filhos e uma sogra idosa com paralisia, sua mãe, na firmeza da fé, conseguiu sustentar a família.

           João Bosco seguiu sua vida com dificuldades, mas nunca desistiu dos estudos e do sonho de se tornar sacerdote. Para isso prestou vários serviços, e no tempo livre estudava música. Margarida era uma mulher rica em sabedoria cristã, apesar de analfabeta, foi através dela que teve seu primeiro contato com Deus.

           Com 11 anos fez a sua primeira comunhão, seguiu mais tarde para os estudos de Teologia, e em 1841 foi ordenado sacerdote. Quatro anos depois se fixou em Turim, onde fundou o Oratório São Francisco de Sales, junto uma escola profissional, depois ginásio, internato, etc.

            Foi em 1855 que deu o nome de Salesianos aos seus colaboradores. Mais tarde fundou com seus jovens a Sociedade ou Congregação Salesiana. Em 1872, com a ajuda de Santa Maria Domingas iniciaram o Instituto das Filhas de Maria Auxiliadora, para educação feminina. Ele mesmo enviou os salesianos para fundar o Colégio Santa Rosa em Niterói, primeira casa da congregação no Brasil.

PADRE PEDRO BARON

           Padre Pedro Baron nasceu na Itália, aos 26 de dezembro de 1913. Filho do casal Giacomo Baron e Celestina Zacchin. Concluídos os estudos secundários em sua terra natal, veio para o Brasil, em fins de 1931, atraído pelo ideal missionário. Fez o noviciado em Campinas e em 29 de janeiro de 1933 ingressou na Congregação Salesiana.P. Pedro Baron (1961 1968)

           Realizou estudos filosóficos em Lavrinhas e iniciou o magistério trienal no Colégio Santa Rosa de Niterói. Em 1938 entrou para o Instituto Teológico Pio XI de São Paulo. Após ter concluído os estudos teológicos, foi ordenado sacerdote em 8 de dezembro de 1941.

           Trabalhou nas cidades de Vitória e de Campinas. A seguir foi para Piracicaba, onde como Diretor construiu o Colégio Salesiano Dom Bosco. Em 1956 foi transferido para Itajaí, iniciando no antigo Ginásio Municipal, a Obra Salesiana na cidade.

           Em 1959 começou a construção do prédio do Colégio Salesiano Itajaí. Em 1960 iniciou os serviços de assistência social, a obra dos Oratórios Festivos, do atual Parque Dom Bosco.

           Depois de 55 anos de existência, 35 de vida Salesiana e cerca de 27 de sacerdócio, Padre Pedro Baron morreu no dia 23 de novembro de 1968 no Hospital Santa Isabel de Blumenau, vítima de isquemia cerebral devido à gangrena da vesícula.

IRMÃO AQUILINO MINELLA

Irmao Aquilino Minella (1962)

            Aquilino Minella nasceu em Brusque, Santa Catarina no dia 16 de setembro de 1922, filho de Maria e João Minella. Foi Batizado e Crismado em Brusque pelo Padre Germano Brand e Dom Joaquim D. de Oliveira. Em 30 de janeiro de 1946, na cidade de Pindamonhangaba em São Paulo, iniciou o período de Noviciado, terminando em 31 de janeiro de 1947.

           Irmão Minela, como era conhecido, foi um dos fundadores, em 1961, do Parque do Dom Bosco, obra social de Itajaí, cidade onde morou por 22 anos. Com 87 anos, o Irmão salesiano faleceu no dia 06 de junho de 2009, em decorrência de uma insuficiência respiratória, no hospital de Rio do Sul.

            Há cerca de 20 anos, o Irmão trabalhou no Colégio Dom Bosco, em Rio do Sul. Entusiasta da Eucaristia, sempre participava das missas. Trabalhava pelas vocações sacerdotais e religiosas. Irmão Minella dedicou grande parte dos últimos anos de vida a uma horta onde cultivava frutas e verduras.