“O meu sistema? Simplicíssimo:
deixar aos jovens plena liberdade de fazer o que mais lhes agrada.
O problema é descobrir neles germes de boa
disposição e procurar desenvolvê-las.” (Dom Bosco)

b039O Sistema Preventivo é uma experiência educativa desenvolvida por Dom Bosco (1815-1888) que se prolongou no tempo e no espaço através da ação das comunidades de educadores que a atualizam sempre de forma dinâmica. É, portanto, um estilo de educação, feito de ação e reflexão. É uma proposta comprovadamente eficiente para a educação da juventude. “Que os jovens não só sejam amados, mas que eles próprios sintam que são amados” Há mais de um século da experiência desenvolvida por Dom Bosco, manifesta-se ainda válido e atual. Isto se deve à verdade das crenças nas quais se fundamenta e à força comunicativa dos valores praticados, dentre elas a presença afetiva e efetiva dos educadores, que devem estar sempre presentes fraternalmente no meio dos jovens, em seus grupos e atividades.

O Sistema Preventivo se identifica com o espírito salesiano. É ao mesmo tempo, pedagogia, pastoral e espiritualidade e está baseado inteiramente na razão, na religião e na “amorevolezza”, palavra sem tradução na língua portuguesa que alguns identificam como bondade. Pode-se dizer que esse é “o evangelho em termos de pedagogia”.

AMOREVOLEZZA
(amor, caridade, amizade, ternura e amabilidade)

Assegura a plenitude de expansão vital, a capacidade de resposta ao afeto. O amor impregnado de discernimento e compreensão humana, de ternura paterna e fraterna, que faz o educador viver a vida dos educandos. Família (ambiente de família) e alegria são os dois postulados da amorevolezza. Não existe amorevolezza em concreto, sem um ambiente e um clima de família, de confiança cordial e afetuosa. Amar é querer bem, mas quer bem quem quer o bem, o que é bem? Tudo o que é bem para todos, para cada um, em cada momento, circunstância e necessidade, por toda a vida. O amor dá força, determinação, coragem nos momentos árduos para querer o bem.

b035RAZÃO: relacionamento interpessoal ilumina a compreensão dos fatos da existência, dos fundamentos das exigências morais. Com a razão Dom Bosco completa o amor com a compreensão profunda e concreta das necessidades, das exigências, das expectativas das pessoas e o transforma em programas completos e, ao mesmo tempo, concretos de vida.

RELIGIÃO: horizontes humanos e divinos de amplitude sem confins forma o jovem para o convívio humano e social e para o seu destino transcendente, respeitando-se a diversidade de religiões e crenças. Dom Bosco revelou e comunicou concretamente aos jovens o amor divino que é manancial da fé, de caridade, de amor-doação, de alegria, de oração e celebração, de festa, de diálogo, de perdão, e que ele transformou em projeto de vida, visando uma vida honesta e útil, digna e feliz. A espiritualidade é a atitude que alicerça a vida conscientemente vivida, na relação com o transcendente, tornando-se força propulsora para a ação.